Blog

Uma mamografia pode salvar a sua vida

O câncer de mama é considerado uma das principais causas de morte entre as brasileiras. São 57 mil novos casos a cada ano (estimativa 2014/2015 – INCA), sendo que 50% das pacientes diagnosticadas no SUS já estão em estágio avançado. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama chegam a mais de 13 mil mulheres/ano, conforme dados do INCA. A principal causa disto é a detecção tardia da doença.

Neste mês acontece o Outubro Rosa, uma campanha que busca conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. A campanha objetiva mostrar que tais números poderiam ser bem menos significativos, caso fosse dada a devida atenção ao autoexame e à mamografia.

O Ministério da Saúde recomenda que mulheres acima de 35 anos realizem a mamografia a cada dois anos, este exame é uma espécie de radiografia das mamas. No entanto, dentro desse tempo, se a mulher detectar no autoexame algum nódulo ou qualquer tipo de alteração na mama (como nódulos indolores nos seios e nas axilas, pele da mama avermelhada, ou saída de líquido das mamas), deve procurar a ajuda de um ginecologista para investigar o caso. Por isso, o autoexame, apesar de não substituir a mamografia, é um importante aliado para detectar a doença logo no início.

Infelizmente, mais de 70% dos casos no Brasil só são diagnosticados quando o tumor está maior que cinco centímetros. O diagnóstico tardio é um dos motivos para o câncer de mama ser a doença que mais mata mulheres no país. No entanto, se descoberto em seu princípio tem 95% de chance de cura, ou seja, se conscientizar, se cuidar e fazer a mamografia regularmente pode salvar sua vida.

Compartilhar este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Open chat
Quer agendar seu exame? Clique aqui!
Powered by
Optimized with PageSpeed Ninja